Carl Menger: O Pai da Escola Austríaca de Economia

QUEM FOI CARL MENGER?

Carl Menger (1840-1921) foi um grande economista austríaco do século Século XIX e início do século XX, fundador da famosa, Escola Austríaca de Economia (EA) e um dos pais da chamada Revolução Marginalista. Trabalhou como jornalista e observando o comportamento humano, resolveu escrever sobre economia. Foi professor na Universidade de Viena e essa é uma das razões dos economistas que estudam a EA serem chamados de “economistas austríacos”, mesmo muitos não tenham nascido na Áustria.

A REVOLUÇÃO MARGINALISTA E A UTILIDADE MARGINAL

Possui uma enorme importância para a história do pensamento econômico, já que foi um dos pais da revolução marginalista (junto com William Stanley Jevons, Léon Walras, que paralelamente e simultaneamente desenvolveram suas teorias). A teoria do professor Menger consistia em demonstrar que ao contrario do que achavam a maioria dos economistas da época o valor era algo subjetivo e não objetivo. A partir do subjetivismo Menger chega ao que ficou conhecido como a, Lei da Utilidade Marginal, que se resume no seguinte:

“Quanto maior é a oferta de um bem, a tendência é que sua utilidade marginal seja menor; quanto menor a oferta de um bem, a tendência é que sua utilidade marginal seja maior.”

A contribuição do professor Carl Menger foi importante pois ajudou a resolver o famoso “paradoxo do diamante e da água”. A teoria da subjetividade do valor explicou o motivo do diamante valer mais que a água, mesmo que a água seja essencial para vida humana e o diamante não.

INFLUENCIADOS

Carl Menger influenciou diversos economistas, tanto diretamente como indiretamente, entre os pensadores influenciados por ele, podemos destacar seus discípulos Eugen von Böhm-Bawerk e Friedrich von Wieser, além de diversos outros economistas, tanto membros de EA como membros de outras escolas como a Neoclássica, alguns exemplos são: Ludwig von Mises, Joseph Schumpeter, Lionel Robbins, Fritz Machlup, Alfred Marshall, F.A. Hayek, Wicksell, Rothbard e muitos outros até os dias de hoje como por exemplo , Jesus Huerta de Soto e Isreal Kirzner.  

DER METHODENSTREIT

Carl Menger foi um dos protagonistas do, Der Methodenstreit, que envolveu uma disputa entre a já citada Escola Austríaca contra a Escola Historicista Alemã de Economia.

Origem do Dinheiro

Carl Menger defendeu e demonstrou em sua obra, On the Origins of Money (1892), que o dinheiro surgiu de forma espontânea e com a função de facilitar as trocas entre os agentes econômicos. O tema “origem do dinheiro” já foi abordado em outro texto, saiba mais clicando aqui.

OBRAS

Carl Menger foi autor de grandes obras como por exemplo:

(1871) – Princípios de Economia Política

(1883) – Investigations into the Method of the Social Sciences with Special Reference to Economics

(1884) – The Errors of Historicism in German Economics

(1892) – On the Origins of Money

LEGADO

O que tentei demonstrar mesmo que brevemente no presente artigo é quem foi Carl Menger e qual sua importância para a economia. O mesmo ainda nos dias de hoje é estudado em diversas universidades de economia principalmente na disciplina de HPE, ainda nos dias de hoje existem programas de pós-graduação e institutos voltados a “economia austríaca” que só existe graças a Menger, além de muitas contribuições dele terem sido incorporadas pela maioria das escolas de pensamento, por exemplo a teoria da Utilidade Marginal.

Qual o próximo economista você gostaria de saber um pouco mais?

Veja minha animação sobre o tema:

Gabriel Almeida Braga

Gabriel Almeida Braga

Escritor, estudante de Ciências Econômicas, gosta principalmente de Microeconomia e da História do Pensamento Econômico (HPE), graduando em Administração de Empresas, cofundador da Apptime, fundador da iniciativa Economia para Iniciantes e editor-chefe do site Econotime.

3 thoughts on “Carl Menger: O Pai da Escola Austríaca de Economia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.