Para que serve o conhecimento?

Há muitos anos atrás, eu tinha uma amiga que não me compreendia. Eu dizia a ela que gostaria de conhecer mais. Eu queria ter sabedoria. E ela me perguntava: “

“Para quê? Para que conhecer a cultura russa, filmes clássicos, história da pintura, economia se você não é professor de nada disso?”

É claro que nessa pergunta está subentendida uma discordância filosófica de propósitos na vida. Para ela, aquilo que não contribuísse de alguma forma para sua profissão, era um conhecimento inútil e, portanto, uma perda de tempo.

Indo mais fundo nesse pensamento, eu poderia concluir que, sob essa visão, o conhecimento que não tivesse o propósito de levar comida para casa deveria ser desprezado. Ou podemos pragmatizar ainda mais essa linha de pensamento: o conhecimento que não se reverta em ganho material deve ser desprezado, pois se trata de tempo destinado ao nada.

Nessa visão, o conhecimento que eu adquirir na vida terá unicamente o propósito de prover os meus outros desejos que não o conhecimento. Ou seja, o conhecimento nunca é compreendido como um fim em si mesmo; a finalidade última da vida. Ele é visto sempre como um instrumento para algum outro tipo de ganho.

Conhecemos apenas porque precisamos de dinheiro; de fama; precisamos impressionar os outros; precisamos nos interar dos acontecimentos que repercutem nos nossos objetivos de vida; precisamos aprender coisas de ordem prática, como consertar a torneira, o celular, usar algum novo aplicativo; ou conhecemos porque queremos deter o poder sobre a natureza, sobre os outros, sobre a ordem social, sobre os meios de adiar a morte.

É claro que há um elemento oculto nessa equação. O conhecimento pode ser um instrumento de todos esses objetivos. Mas, há uma chama que se encontra adormecida em muitos de nós, e que esse pensamento abafa: a curiosidade.

Se nós estamos de passagem breve nesse mundo, parece muito pouco objetivarmos apenas saciar os nossos desejos mais rasos. “Superficial é acreditar que a vida é feita só de profundidade”, escreveu o rapper Felipe Ret. E eu concordo. Mas, também é superficial acreditar que a vida é feita só de superficialidade.

Se você não tem curiosidade pela vida, pelas forças que regem o universo, pela lógica das relações humanas, pela essência da natureza, por nada que não tenha relação direta com seus desejos materiais mais imediatos; penso que há algo faltando no seu propósito interior.

O que eu costumava argumentar com essa minha amiga era o seguinte: imagine que você ganhou na loteria acumulada! Dinheiro? Nunca mais será um problema. Seu emprego? Você demitiu o seu chefe, comprou a mansão que sonhava, um veleiro, viajou o mundo, tirou todas as “selfies” que sempre quis tirar para causar inveja em suas amigas; comprou aquele carro inacreditável que você sempre sonhou; saiu por aí experimentando de tudo.

Nesse contexto, será que nunca chegaria o dia em que você iria se fazer a pergunta:

“Por quê tudo isso?”; “O que existe além do que eu vejo?”; “O que aconteceu no passado para que nós estivéssemos como estamos?”;  “O que vai ser da humanidade no futuro?”, “Que diferenças podemos vislumbrar entre os povos?”.

Se nenhuma curiosidade é desperta em você, mesmo após se libertar de todas as cadeias de necessidade mais imediatas, lamento dizer, mas talvez você esteja morta; ou objetificada num nível sem volta. Como diz aquela música do Jimi Hendrix:

“Se eu irei viver amanhã, eu não posso dizer. Mas, eu sei com certeza: eu não vivo hoje!”.

Jimi Hendrix

O pragmatismo moderno coloca um alvo para tudo o que fazemos; instrumentaliza o nosso tempo para alguma finalidade que nunca será a essencial. É, portanto, uma forma de nos matar sem que tenhamos consciência disso. Transformamos nossa vida num instrumento para o nada.

Por isso proponho uma reflexão que não é minha. Vou terminar citando a exata música que eu colocava para essa minha amiga escutar. Porque era exatamente isso que ela, e possivelmente você, que me lê agora, precise refletir. Ao terminar de ler esse artigo, escute a bela canção de Paulinho Moska, intitulada “A seta e o Alvo”; e por fim, pense com calma: para que serve o conhecimento?

Paulinho Moska – A seta e o alvo

Márcio Pantoja

Márcio Pantoja

Escritor e criador de conteúdo digital pelo canal Amplo Espectro Reflexões. Possui uma inclinação libertária, além de uma grande paixão por livros, músicas e filmes.

16 thoughts on “Para que serve o conhecimento?

  • Avatar
    04/11/2021 em 15:02
    Permalink

    Como Gabriel falou, estar aberto à, livros, filmes e músicas ; eu , na minha interpretação, aberto ao conhecimento, em qualquer forma “Citado”, é sempre procurar o alvo, nunca chegaremos. Sempre vamos buscar mais e mais.
    Marcelo, o seu texto, arrepiou. Se, os meios que. Gabriel está colocando a nossa disposição, for o “Alvo”, putz(desculpa)…..temos uma gama enorme, a percorrer. Parabéns Marcelo.

    Resposta
  • Avatar
    26/03/2022 em 05:09
    Permalink

    Hi, I check your new stuff regularly. Your humoristic style is witty, keep doing what you’re doing!

    Resposta
  • Avatar
    26/03/2022 em 08:29
    Permalink

    An impressive share! I have just forwarded this onto a colleague who
    has been doing a little research on this. And he actually bought me breakfast simply because I
    found it for him… lol. So allow me to reword this…. Thank YOU for the meal!!
    But yeah, thanx for spending the time to discuss this matter here on your site.

    Resposta
  • Avatar
    26/03/2022 em 13:13
    Permalink

    Wow, that’s what I was seeking for, what a data!
    present here at this blog, thanks admin of this site.

    Resposta
  • Avatar
    26/03/2022 em 17:04
    Permalink

    Just want to say your article is as surprising. The clearness
    for your put up is just spectacular and i could think you’re knowledgeable in this subject.

    Fine together with your permission allow me to grasp your RSS feed to stay
    up to date with approaching post. Thank you one million and
    please carry on the gratifying work.

    Resposta
  • Avatar
    26/03/2022 em 17:26
    Permalink

    Thank you for the auspicious writeup. It in fact was a
    amusement account it. Look advanced to more added agreeable from you!
    By the way, how can we communicate?

    Resposta
  • Avatar
    26/03/2022 em 19:17
    Permalink

    Really no matter if someone doesn’t be aware of afterward its
    up to other viewers that they will assist, so here it takes place.

    Resposta
  • Avatar
    26/03/2022 em 21:21
    Permalink

    continuously i used to read smaller articles which as
    well clear their motive, and that is also happening with this piece of writing which
    I am reading here.

    Resposta
  • Avatar
    27/03/2022 em 01:44
    Permalink

    Really when someone doesn’t know afterward its up to other
    viewers that they will assist, so here it
    occurs.

    Resposta
  • Avatar
    27/03/2022 em 10:23
    Permalink

    I’m really inspired along with your writing skills as smartly
    as with the format on your weblog. Is that this a paid subject matter or did you
    modify it yourself? Anyway keep up the excellent high quality writing,
    it is rare to look a great blog like this one today..

    Resposta
  • Avatar
    27/03/2022 em 11:01
    Permalink

    You are so interesting! I do not think I have read anything like
    that before. So wonderful to find someone with unique thoughts on this subject.
    Really.. many thanks for starting this up. This site is
    one thing that is needed on the internet, someone with some originality!

    Resposta
  • Avatar
    27/03/2022 em 11:39
    Permalink

    Have you ever thought about adding a little bit more than just
    your articles? I mean, what you say is important and everything.
    But just imagine if you added some great pictures or videos to give your posts
    more, “pop”! Your content is excellent but with images and video clips, this site could definitely be one of the most
    beneficial in its field. Amazing blog!

    Resposta
  • Avatar
    27/03/2022 em 12:18
    Permalink

    Can I just say what a comfort to discover an individual who genuinely understands what they are talking about over the internet.
    You actually understand how to bring a problem to light and make it important.
    More and more people really need to look at this and understand this side
    of your story. I was surprised that you are not more popular because you most
    certainly possess the gift.

    Resposta
  • Avatar
    29/03/2022 em 15:12
    Permalink

    Hey I am so delighted I found your web site, I really found
    you by error, while I was browsing on Askjeeve for something else,
    Anyways I am here now and would just like to say cheers for a
    tremendous post and a all round thrilling blog (I also love the theme/design),
    I don’t have time to read it all at the moment but I have saved it and also added your RSS feeds, so when I have time I
    will be back to read much more, Please do keep up the awesome work.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.