Dólar americano sobe, peso mexicano cai

DOLÁR AMERICANO

No fim da manhã desse dia 24 de outubro, o índice DXY (índice que mede a força do dólar americano ante as principais moedas do mundo), já ameaça ultrapassar a marca de 97 pontos (está por volta de 96,85 pontos, às 11:32 no horário de Brasília).

Além das expectativas sobre a postura hawkish do Fed (e também com três membros do Fed defendendo uma postura mais acelerada em reduzir os estímulos), o comportamento aparentemente robusto da economia americana ante a Europa e o Japão fez os investidores migrarem para a moeda do país (as solicitações de seguro-desemprego no país estão nos menores níveis desde 1969), além de alguns países europeus voltarem com restrições econômicas, o que faz com que a demanda mundial pela moeda americana aumente.

Solicitações de seguro-desemprego, janeiro de 1967 até a semana encerrada em 13/11/2021.
Índice DXY, acumulado do ano.
Índice que mede o nível de rigidez em medidas restritivas governamentais na Europa (23/11/2021). Bielorrússia e Suécia permanecem entre os países mais liberais nesse quesito.

PESO MEXICANO

O peso mexicano, por outro lado, sofreu bastante nos últimos dias. Atualmente a moeda mais negociada da América Latina, a taxa cambial entre dólar americano e peso mexicano chegou a aproximadamente 21,55 pesos, maiores valores desde 8 de março de 2021, ainda que não tenha chegado a alta histórica.

Taxa cambial dólar americano/peso mexicano: 28/11/2016 – 23/11/2021.

Entre as razões para tamanha desvalorização, estão a queda dos preços internacionais do petróleo (uma das maiores pautas exportadoras do país), além das estimativas de inflação de preços de 7 % para esse mês de novembro (mais do que o dobro do centro da meta de inflação), medidas pelo Banco de México. Além disso, estima-se que a economia mexicana tenha crescido 1,9 % em outubro (em relação ao mesmo mês do ano anterior), uma queda significativa ante os 5 % medidos em setembro.

Informações de Trading Economics.

Leia mais artigos de Felipe Lange.

Felipe Lange

Felipe Lange

Escritor, entusiasta de Economia e graduando em Biologia. Escreve e traduz artigos para o seu blog OCAL

One thought on “Dólar americano sobe, peso mexicano cai

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.