Inflação atinge nova alta histórica nos EUA e no Brasil

Inflação de preços nos EUA

Em dados divulgados nessa sexta-feira, 10 de dezembro, o United States Bureau of Labor Statistics divulgou o índice de preços (inflação de preços) para esse mês de novembro, atingindo a alta histórica de 6,8 %, valores vistos há aproximadamente 39 anos, em março de 1982 (que chegou no mesmo índice).

Índice de preços, janeiro de 1980 a novembro de 2021.

O presidente do banco central americano, Jerome Powell, disse que na próxima semana ele deve dobrar o ritmo na redução dos estímulos, o que deve pressionar por novas altas no índice DXY.

Inflação de preços no Brasil…

No mesmo dia, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgou o índice de preços utilizado pelo Banco Central do Brasil (o IPCA, Índice de Preços ao Consumidor Amplo) para esse mês de novembro. Houve uma nova alta, para 10,74 % anuais, ainda que abaixo do que o mercado esperava (10,88 %). São valores próximos aos vistos em novembro de 2003 (quando atingiu 11,02 %). Os componentes que mais subiram de preços foram combustíveis (52,77 %), transportes (21,97 %) e habitação e serviços de utilidade pública (15,45 %).

Índice de preços brasileiro, janeiro de 2002 a novembro de 2021.

Equador

Já para os equatorianos a situação está mais tranquila. Embora os valores de inflação para o mês de novembro estejam em alta de 5 anos (em abril de 2016, houve alta de 1,78 % anuais), o país permanece entre os países americanos com o menor índice de preços: 1,84 % para esse mês de novembro, no acumulado dos últimos doze meses, menor do que em países como Alemanha. O componente do índice que mais influenciou foi o de transportes, com alta de 1,26 %.

Índice de preços, janeiro de 2012 a novembro de 2021.

Informações de Trading Economics.

Crie agora sites e apps do seu jeito com a Apptime!

Felipe Lange

Felipe Lange

Escritor, entusiasta de Economia e graduando em Biologia. Escreve e traduz artigos para o seu blog OCAL

One thought on “Inflação atinge nova alta histórica nos EUA e no Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.