Inflação na Espanha é a maior em quase 30 anos

Já há os dados de dezembro para a Espanha referente à inflação de preços: uma alta de 6,7 %, maiores valores em quase 30 anos. Em março de 1992, o índice chegou a marcar 6,86 %, quando a Espanha ainda utilizava a peseta espanhola. Todos esses dados englobam variação anual.

Tais dados contrastam com os do ano passado, quando o país viveu por alguns meses de deflação de preços:

Índice de preços, janeiro de 2020 a dezembro de 2021.
Índice de preços, março de 1955 a dezembro de 2021.

Peso mexicano se valoriza de novo

Com a alta do petróleo WTI (por volta de US$ 76,41 nesse dia 30/12/2021, às 13 horas no fuso horário UTC), o peso mexicano ganha uma nova valorização, com o dólar americano chegando a custar próximo de 20,50 pesos (mesmo dia e horário previamente mencionado). Fator que auxilia também é a postura mais falconista do Banxico.

Apesar disso, os desafios no próximo ano envolverão as avaliações de crédito pelas agências classificadoras de risco, assim como a reforma estatizante do setor elétrico que o Andrés Manuel Lopez Obrador pretende passar.

ANP aprova Agenda Regulatória 2022 – 2023

Nesse dia 16 de dezembro, a Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis aprovou a chamada Agenda Regulatória 2022 – 2023 que, entre outras coisas, prevê uma regulação menos onerosa sobre os setores envolvidos, visando tirar barreiras a novos entrantes. Foi realizada por meio da Diretoria Colegiada. Está publicada por meio da Portaria ANP nº 86 de 20 de dezembro de 2021.

Informações de Trading Economics.

Felipe Lange

Felipe Lange

Escritor, entusiasta de Economia e graduando em Biologia. Escreve e traduz artigos para o seu blog OCAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.