África do Sul vê melhora nas perspectivas fiscais

Após ver um pico no déficit fiscal no ano de 2020, o orçamento do governo sul-africano melhorou consideravelmente para 2021: chegou a – 5,7 % do PIB, nos menores valores desde 2018.

Orçamento nominal (% do PIB), 1990 a 2021.

O desempenho fiscal aprimorado ajudou na taxa de câmbio, com o dólar americano chegando a ser negociado por 15,29 randes sul-africanos (às 18 horas do horário de Brasília desse dia 4).

Além disso, o banco central do país elevou os juros nas últimas duas reuniões, dando uma elevação de juros no total de 50 pontos base, indo de 3,5 % para 4 % anuais (próxima reunião será no dia 24 de março).

Taxa cambial dólar americano/rand sul-africano: 05/04/2017 – 04/03/2022 (ao redor de 18 horas do horário de Brasília).

Com isso, a moeda do país se valorizou em aproximadamente 4 % no acumulado do ano, ainda que distante dos incríveis 12,37 % de valorização do real brasileiro. As duas moedas se valorizaram mesmo com o dólar se fortalecendo mundialmente, cujo índice DXY subiu ao redor de 2,3 %.

Desempenho ante dólar americano, acumulado do ano: real brasileiro (verde água) e rand sul-africano (azul). Índice DXY (laranja).

O índice de preços no país marcou 5,7 % nesse mês de janeiro (em relação ao mesmo mês do ano anterior).

Índice de preços (acumulado dos últimos doze meses): julho de 1968 a janeiro de 2022.

Informações de Trading Economics.

Felipe Lange

Felipe Lange

Escritor, entusiasta de Economia e graduando em Biologia. Escreve e traduz artigos para o seu blog OCAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.