Três países árabes seguem o Fed, aumentando os juros

Nessa semana, três bancos centrais de três importantes economias árabes aumentaram a taxa de juros.

No dia 16, o Saudi Central Bank (banco central do Reino da Arábia Saudita) decidiu elevar os juros em 25 pontos base, de 1 para 1,25 %. Em nota à imprensa, ressaltou-se de que a medida visa preservar a estabilidade financeira e monetária, acompanhando as evoluções nas condições monetárias internacionais.

A autoridade monetária controla duas taxas de juros: a reverse repo rate (quando o recebedor do título vende de volta ao comprador) e a repo rate (sobre operações compromissadas de recompra). A RRR também recebeu aumento na taxa, indo de 0,5 para 0,75 %, ao passo que a RR tem a taxa de 1,25 %.

O rial saudita é operado como câmbio fixo, possuindo o dólar americano como moeda âncora.

O índice de preços no país chegou a 1,6 % para esse mês de fevereiro (valores anuais).

Taxa básica de juros saudita, últimos 10 anos.
Índice de preços saudita, últimos 25 anos.
M1 saudita, últimos cinco anos até janeiro de 2022 (em milhões de riais).

No mesmo dia, o Central Bank of the United Arab Emirates, banco central dos Emirados Árabes Unidos, elevou os juros na mesma intensidade, em 25 pontos base, de 1,5 para 1,75 %. Como o banco central saudita, o CBUAE toma como referência as decisões de política monetária. A taxa de juros aplicável sobre empréstimos de curto prazo (a outra taxa controlada pela autoridade monetária) foi mantida em 2,25 %.

Como na Arábia Saudita, a moeda local (o dirham dos Emirados Árabes Unidos) é fixada em relação ao dólar americano.

O índice de preços em dezembro (anual) chegou a 2,5 % (ainda não saíram dados atualizados)

Taxa básica de juros emiradense, últimos 10 anos.
Índice de preços emiradense, últimos 25 anos. até dezembro de 2021
M1 emiradense, últimos 5 anos até novembro de 2021 (em milhões de dirhams emiradenses).

O mesmo aconteceu com Kuwait, cujo banco central aumentou os juros em 0,25 ponto percentual, de 1,5 para 1,75 % anuais. O banco também controla outras taxas de juros de demais instrumentos de política monetária, tais como operações compromissadas, ativos do banco central, depósitos a prazo, tawarruq e instrumentos de dívida governamental.

O índice de preços no país foi registrado em 4,3 % para janeiro desse ano (o mês mais atual), no acumulado dos últimos doze meses.

Taxa básica de juros kuwaitiana, últimos 10 anos.
Índice de preços kuwaitiano, últimos 25 anos.
M1 kuwaitiano, últimos 5 anos até dezembro de 2021 (em milhões de dinares kuwaitianos).

Como nos dois países da Península Arábica, o dinar kuwaitiano é fixado em relação ao dólar americano.

Informações de Trading Economics.

Felipe Lange

Felipe Lange

Escritor, entusiasta de Economia e graduando em Biologia. Escreve e traduz artigos para o seu blog OCAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.