Dólar a R$ 4,91 e juros americanos em alta

Nesse dia 22 de março, terça-feira, o dólar americano chegou a ser negociado por R$ 4,91 às 17 horas de hoje. Esses são os menores valores desde 29 de junho de 2021.

Ao passo que nesse dia DXY atingiu 98,44 pontos, no dia 29 de junho de 2021 esse mesmo índice estava em 92,08 pontos.

Assim, o real fortaleceu ao mesmo tempo em que o dólar ganhou força, indicando de que a moeda brasileira se valorizou mundialmente.

Taxa cambial dólar americano/real brasileiro: 20/03/2020 – 22/03/2022
Índice DXY, mesma periodicidade.

No acumulado do ano, o real se fortaleceu em 15,32 % ante dólar, tendo ganhado força até ante moedas como franco suíço, euro, renminbi chinês e peso mexicano:

Desempenho de real brasileiro ante euro (laranja), franco suíço (azul claro), renminbi chinês (amarelo), dólar americano (azul) e peso mexicano (roxo). Acumulado do ano.

A moeda das terras brasileiras foi auxiliada tanto pela alta nos preços das commodities e com juros voltando a ser atrativos para investimentos, quanto pela forte desaceleração na oferta monetária, com o M1 sofrendo até uma deflação nesse início de 2022.

M1, 01/01/2001 – 31/01/2022. Retirado do Sistema Gerenciador de Séries Temporais, do Banco Central do Brasil.

Os juros americanos de dez anos estão em alta, chegando a 2,38 % na data de hoje, maior valor em quase três anos.

Tal alta se deve às falas do presidente do banco central americano, Jerome Powell, sinalizando um aumento mais forte nos juros em maio (que seria de 0,5 ponto percentual, o dobro do aumento da última reunião), caso a inflação persistir.

Juros americanos de dez anos, 29/09/2017 – 22/03/2022.

No mesmo dia, o Comitê de Política Monetária do Banco Central del Paraguay, em reunião sobre a taxa de juros, decidiu pela sua elevação para 6,25 % (subida de 0,5 ponto percentual).

Tal decisão se deu em meio à alta de preços registrada em fevereiro de 9,3 % anuais, com o comitê apontando também pressões externas dos conflitos entre Rússia e Ucrânia, assim como na alta na atividade econômica apresentada no início desse ano de 2022.

Taxa de juros, últimos dez anos.

Foto de abertura: Jair Bolsonaro e Paulo Guedes durante posse de Roberto Campos Neto. Foto de: Marcos Corrêa/PR

Felipe Lange

Felipe Lange

Escritor, entusiasta de Economia e graduando em Biologia. Escreve e traduz artigos para o seu blog OCAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.