Equador: Lasso cortará benefícios no funcionalismo

Publicado no Diário Oficial nº 87 da presidência (começa à partir da página 7), o presidente do Equador, Guillermo Lasso, publicou o decreto nº 457, que dispõe sobre controle fiscal em todo o setor governamental.

Entre algumas alterações da lei, constam:

  • Fim de custeio de diárias para funcionários que não residam no local da entidade;
  • Limite de horas-extras para 20 horas mensais, com exceção de alguns cargos cuja natureza exija maiores jornadas;
  • Exigência de justificativa para auxílios em viagens ao exterior de funcionários;
  • Passagens aéreas serão as mais baratas possíveis;

Desde o governo Lenín Moreno, o governo equatoriano tem reduzido os gastos governamentais, ante o alto nível de endividamento no país.

Gastos governamentais, trimestral, em milhares de dólares americanos, últimos dez anos até último trimestre de 2021.

Informações de Primicias Ecuador e Registro Oficial.

Imagem de abertura: Image by ZEBULON72 from Pixabay

Felipe Lange

Felipe Lange

Escritor, entusiasta de Economia e graduando em Biologia. Escreve e traduz artigos para o seu blog OCAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.